Veículo encontrado incendiado em Araranguá era de vítima de homicídio

1cba002a-cbcd-4790-bc98-5e299e61074f.jpg

Na manhã da última terça-feira, dia 9, por volta das 7h, populares encontraram um veículo incendiado na comunidade de Volta Curta, na beira rio, em Araranguá.

O fogo consumiu totalmente o carro, um Corsa Classic, de cor verde, com placas de São Leopoldo, Rio Grande do Sul (RS) e com registro de furto no estado gaúcho, restando apenas lataria e chassi.

Ontem, quinta-feira, a Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Araranguá recebeu a informação de que o carro pertencia ao pai de santo Gelson Daniel Soares, de 53 anos, morador de Tramandaí (RS), que estava desaparecido desde o dia 1º.

De acordo com informações da Rádio Gaúcha, familiares de Gelson registraram um Boletim de Ocorrência (BO) informando o desaparecimento na madrugada do dia 3.

No BO, os familiares relataram que o pai de santo iria se encontrar com eles na beira-mar depois de passar em um mercado para comprar bebidas e desde então, não foi mais visto, bem como seu carro.

Na manhã do dia 5, a Polícia Civil gaúcha confirmou que o corpo localizado no dia 4, no Balneário Tiarajú, em Tramandaí, era de Gelson.

O cadáver do pai de santo foi encontrado por um popular e o delegado Paulo Perez, responsável pela investigação, acredita, devido o estado de decomposição do corpo, que a morte dele tenha acontecido ainda no dia em que desapareceu.

Segundo informações da Polícia Civil do RS, para a Rádio Gaúcha, o pai de santo foi assassinado a tiros.

Na tarde de ontem, investigadores da DIC de Araranguá foram até o local onde o veículo da vítima foi encontrado e realizaram diligências com o intuito de levantar informações que possam ser repassadas a Polícia Civil do RS.

Fonte: Gislaine Fontoura/Grupo Correio do Sul

Pai-de-Santo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *