União LGBT de Criciúma espera retratação de prefeito e estuda ingressar na Justiça

22281960-1882812755092701-2760745478935370343-n.jpg

A União Nacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Travestis – Criciúma, a UNA LGBT, se manifestou sobre a declaração do prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, em sua rede social Facebook.

Na noite do último domingo, após uma reportagem exibida no Fantástico, da Rede Globo, sobre questões de gênero na infância, o chefe do Executivo comentou: “Que pouca vergonha essa reportagem agora a pouco no Fantástico, sobre meninos e meninas. Um verdadeiro estímulo à viadagem!!!”.

A postagem ficou por pouco tempo na rede, mas foi o suficiente para muita polêmica. Ao Jornal do Almoço, da NSC, a assessoria de Salvaro confirmou que ele fez a publicação, mas excluiu em seguida porque se arrependeu. Informou ainda que a princípio o prefeito não irá se manifestar sobre o caso.

Em entrevista no início da semana ao jornalista Douglas Saviato, do Portal Engeplus, o prefeito assumiu que o termo “viadagem” foi um excesso e pediu desculpas por isso, mas que esta é sua opinião.

“Sou católico e pela família. Vi na reportagem uma maneira de desconstituir a família já constituída. Estou vendo pregações insistidas da Rede Globo no sentido de desconstruir aquilo que já conhecemos, a família. Não sou um especialista na área, mas respeito o pensamento contrário de todos. Existe um estímulo para que as pessoas acreditem que meninos e meninas nasçam iguais, eu entendo que menino nasce para ser menino e menina para ser menina”, disse, alegando não ter preconceitos e que respeita todos na sua individualidade.

Em entrevista ao Jornal do Almoço, o presidente da UNA LGBT Criciúma, Luccas Gonçalves disse que todos esperam uma retratação por parte do prefeito.

“Eu acho que ninguém espera isso de um líder, de um gestor público. A gente espera que um gestor olhe para todas as camadas da sociedade sem diferenciação. A comunidade LGBT soube disso de uma forma muito triste e a gente espera uma retratacao por parte do prefeito. Acho que é o mínimo que ele poderia fazer. Tudo bem ter uma opinião, isso não é crime. Mas quando essa opinião é ofensiva e quando não há o conhecimento de fato sobre o que se está falando é uma coisa muito grave e que ele deveria rever”, desabafou, acrescentando que caso não tenha uma retratação haverá sim uma mobilização que estuda até ingressar na Justiça.

A UNA LGBT Criciúma também se manifestou nas redes sociais, confira a nota:

“Quando se pensa no papel de um gestor público, imaginamos que o dever dele ou dela é o de governar para todas e todos, independentemente de classe social, orientação sexual, gênero, religião, raça ou qualquer outra variante. Infelizmente, na prática nem sempre isso acontece. Para falar a verdade, é bem frequente esta falta de representatividade ou até mesmo de respeito com as diversidades humanas.

Vivemos tempos sombrios para nós, LGBTQI brasileiros, onde todos os dias vemos nossos direitos básicos sendo ameaçados em uma verdadeira caça as bruxas. Estamos em um momento onde passamos muito mais tempo defendendo nossas pautas já conquistadas do que fomentando novas conquistas, pois enfrentamos hoje um cenário político extremamente conservador, nas câmeras, nos parlamentos e nos cargos executivos, com representantes que não pensam em governar para todas e todos.

Hoje o dia começou triste em Criciúma, pois veio ao conhecimento geral uma publicação feita na página pessoal do Prefeito da cidade, Sr. Clésio Salvaro, na noite anterior. Na ocasião, o Prefeito comentava uma matéria exibida pelo Fantástico que tratava de gênero e crianças: “Que pouca vergonha essa reportagem agora a pouco no fantástico, sobre meninos e meninas. Um verdadeiro estímulo à viadagem!!!”, disse ele. Momentos após a postagem repercutir de maneira ruim, ela foi apagada, porém existem inúmeros prints que confirmam a existência da declaração.

É lamentável ver um Prefeito se colocar de maneira tão desrespeitosa com a comunidade LGBT da Cidade de Criciúma, por este motivo, a União Nacional LGBT de Criciúma repudia este episódio e pede esclarecimentos ao Sr. Clésio sobre a postagem veiculada em sua página”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *