Setembro começa com sol, nuvens e temperatura em elevação

mes_de_setembro_comeca_com_sol_e_nuvens_20170901_2078737218.jpg

O mês de setembro começa com sol e algumas nuvens em Santa Catarina. No Litoral Norte e Vale do Itajaí, presença de mais nuvens e chance de chuva fraca pela manhã e noite, devido à circulação marítima. Em todas as regiões, nesta sexta-feira, 1º, a temperatura estará em elevação, conforme a previsão do tempo da Epagri/Ciram. O vento sopra de leste a nordeste, fraco a moderado com rajadas, especialmente no Litoral.

Para o sábado e domingo a previsão é de sol entre nuvens na maior parte do estado. Na Grande Florianópolis, Litoral Norte, Vale do Itajaí e Planalto Norte variação de nuvens, com chance de chuva de fraca intensidade, principalmente na madrugada e início da manhã e noite. A temperatura segue em elevação em todas as regiões.

Estiagem

A Epagri/Ciram chama a atenção para o nível de alguns rios em SC, devido a estiagem. Estão em situação de emergência Forquilhinha, Chapadão do Lageado, São João Batista, Orleans – Montante, São Martinho – Jusante, Coronel Passos Maia e Ponte Rua João Susin Marini, em Concórdia. E em alerta: Rio do Pouso, Joaçaba 1, Rio das Antas, Tangará, Fazenda Rudnick, Fazenda Souza e Foz do Rio Negrinho.

Previsão do tempo para setembro, outubro e novembro

Conforme o setor de meteorologia da Epagri/Ciram, no mês setembro deve predominar um padrão mais seco em Santa Catarina, com chuva abaixo da média climatológica e risco de queimadas frequentes, sobretudo na primeira quinzena. Em outubro e novembro, previsão de chuva mais frequente e aumento do volume.

A Epagri/Ciram destacou que na primavera, que começa no dia 22 de setembro, aumenta a incidência de temporais com granizo e ventania em SC, por vezes com acumulados significativos de chuva em curto espaço de tempo, bem como períodos de estiagem.

A Epagri/Ciram recomenda o acompanhamento diário dos boletins e informações disponibilizados no site.

Climatologia (o que se espera para época do ano):

Setembro e outubro marcam a transição inverno/verão, dando início as chuvas de primavera com totais mensais mais elevados. Em boa parte dos municípios catarinenses, a maior precipitação do trimestre ocorre em outubro, com acumulados de 210 a 280mm no Oeste e Meio-Oeste, e de 140 a 180 mm do Planalto ao Litoral. Em novembro, o volume de chuva diminui, com valores de 130 a 180mm em média.

Os episódios de precipitação devem ocorrer especialmente devido a  passagem de frentes frias, influência de sistemas de baixa pressão, e também dos Sistemas Convectivos de Mesoescala (SCM) que provocam chuvas mais intensas no Oeste e Meio-Oeste. Na segunda quinzena de novembro inicia o processo convectivo, caracterizando as pancadas de chuva de verão.

Também é a época de formação e deslocamento dos ciclones extratropicais no litoral Sul do Brasil, que trazem perigo para a navegação e a pesca em embarcações de pequeno e médio porte, devido aos ventos fortes e ao mar agitado, muitas vezes resultando em ressaca.

Temperatura:

A previsão é de temperatura próxima a acima da média climatológica em Santa Catarina, no trimestre. Na primeira quinzena de setembro ainda podem chegar massas de ar frio com formação de geada fraca. No decorrer da primavera o frio diminui gradativamente e a partir de outubro já se espera períodos mais aquecidos.

Também são características nesta época do ano os nevoeiros associados à nebulosidade baixa, com redução de visibilidade.

Fonte: Central de Meteorologia Epagri/Ciram

Foto: James Tavares/Secom/Arquivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *