Professora do curso de Odontologia da Unesc tem trabalho premiado em evento internacional

odonto-bebes-unesc-1.jpeg

A professora do curso de Odontologia da Unesc Gina Casagrande, está entre os vencedores do Prêmio Bitufo/Professor doutor Luiz Reynaldo de Figueiredo Walter, que reconhece o trabalho de profissionais de Odontologia de todo o país. Gina foi a única representante de Santa Catarina a receber a premiação, entregue durante o 13º Encontro Nacional e 3º Encontro Internacional de Odontologia para Bebês, que ocorreu no fim de semana em Campos do Jordão, em São Paulo.

Gina apresentou o trabalho “RCC 23 – Raro relato de Tumor Odontogênico Queratocístico em bebê” na sessão de pôsteres de relatos de casos clínicos. Nele, a professora e dentista conta o caso de um bebê com um ano e 11 meses que foi levado ao seu consultório pela mãe, com queixa de irritação excessiva e desconforto há aproximadamente seis meses pela erupção de um dente que estava “trancado na gengiva”. Ao examinar o local, Gina percebeu uma lesão clinicamente semelhante a um “cisto de erupção”, com aumento de volume próximo ao dente. Após a análise do caso, ela optou por uma incisão e drenagem da substância que se encontrava no local.

O material foi encaminhado para análise e o caso foi acompanhado por três meses e meio. Como não houve o surgimento do dente, foi realizada foi realizada a remoção da lesão que havia originado o problema e o material encaminhado para a análise histopatológica. O resultado foi um tumor e após 18 meses de acompanhamento clínico e radiográfico o menino está em processo positivo de recuperação.

Segundo a Gina, a literatura científica é escassa quanto à ocorrência de Tumor Odontogênico Queratocístico em crianças, o que demonstra a raridade do caso nesta faixa etária. “A alta taxa de retorno do tumor e o potencial para se tornar uma lesão osteolítica agressiva requer um diagnóstico precoce, priorizando tratamento cirúrgico adequado e acompanhamento a longo prazo a fim de melhorar o prognóstico do paciente”, afirma.

Para ela, o prêmio foi um importante reconhecimento do trabalho desenvolvido ao longo de sua carreira como odontopediatra. “O primeiro curso que fiz assim que me formei no curso superior, há 20 anos, foi na área de Odontologia para bebês e depois fiz a especialização em Odontopediatria. Após todo esse tempo trabalhando na área, ter o reconhecimento através do prêmio por um caso clínico foi de muita importância para a minha vida profissional. O meu trabalho ficou em segundo dentro de 30 apresentados. Fui a única representante do Estado de Santa Catarina a apresentar no congresso e isso me deixa ainda mais feliz por poder levar o nosso Estado, a cidade de Criciúma e a nossa Unesc nesse cenário nacional”, ressalta.

A coordenadora adjunta do curso de Odontologia, Fernanda Sônego, fez parte da comitiva de professores da Unesc que participou do Encontro Nacional e comenta que na literatura há apenas quatro casos como o relatado por Gina.

“O prêmio significa muito para o curso de Odontologia. Ele mostra e qualifica toda a nossa forma de fazer e agir dentro da Instituição, que é com qualidade. E foi especial também porque a Unesc foi a única Instituição de Ensino Superior de Santa Catarina apresentando trabalho neste congresso, um evento muito importante dentro do cenário de saúde bucal da criança”, comenta Fernanda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *