Oficinas educativas na Unesc buscam promover a valorização da cultura afro-brasileira

DSC_0023.jpg

O Museu da Infância da Unesc promove em maio a valorização da cultura afro-brasileira. A ação educativa “Memórias Invisíveis”, coordenadas pelo Museu da Infância, está propondo aos participantes a realização de atividades como a criação de Abayomi, bonecas de pano que representam a cultura negra; de máscaras e turbantes africanos; contações de histórias, e cantos. As intervenções ocorrem até o dia 30 de maio, ao lado do Bloco P, no hall dos blocos XXI e no corredor entre a Biblioteca e a Reitoria.

Os núcleos O Brinquedo, Infância na Arte e A Rua também estão colaborando com a troca de conhecimentos. Eles apresentam um acervo com referências que remetem caraterísticas africanas. Os visitantes ainda vão encontrar uma exposição fotográfica que trazem reflexões sobre diversidade cultural.

As ações culturais do Museu são propostas pelas bolsistas Bianca Ricken e Cristiano Steinmetz, com a supervisão da coordenadora do Museu, Édina Regina Baumer.

 

Colaboração: Comunicação Unesc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *