Escola de Educação Básica Coelho Neto recebe Moção de Aplauso

DSC_0186.jpg

A Escola de Educação Básica Coelho Neto foi homenageada na sessão da Câmara desta segunda-feira (4), por meio de Moção de Aplauso, pelos seus 92 anos de história. O autor da homenagem foi o vereador Aldinei Potelecki (PRB), e aprovada por unanimidade.

Fundada em 1925, então como Escola Isolada Dr. Paulo de Frontin, nas proximidades do local da primeira mina da CBCA, em 1926, foi transferida para a Vila Operária, onde passou a ser denominada Escola Desdobrada Vila Operária.

1948 e 1949, novas mudanças de nome: E.E.R. Professor Otto Souza Dreer. E Escola Reunida Dona Oldina Silva, respectivamente.

A CBCA faz a doação do terreno para a escola, em 1950, e dois anos depois (02 de agosto de 1952) passa a se chamar Grupo Escolar Coelho Neto.

Em 1973: vira Escola Básica Coelho Neto. Em 1987, torna-se Colégio Estadual Coelho Neto, contando com um número aproximado de mil alunos desde a pré-escola até o 2º grau, com Magistério e Técnico em Contabilidade, e funcionamento em três turnos.

Em 2000, passou a ser chamada Escola de Educação Básica Coelho Neto, através do reordenamento da Secretaria de Estado da Educação, atendendo da Educação Infantil (pré-escolar) ao Ensino Fundamental de 1ª a 8ª série.   Atualmente, atende alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, vinculada à rede estadual de ensino.

A Escola Coelho Neto formou e capacitou inúmeras gerações. Entre os ex-alunos, podemos citar Dalila Sá (Professora e Campeã dos Jogos Abertos de Santa Catarina), Joel de Andrade (especialista em Medicina Intensiva), Diná Bernardino (atual funcionária), Jaime Dagostim Piccolo (Professor da Faculdade de Administração da Unesc e também Doutorando).

 

Colaboração: Daniela Savi / Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores de Criciúma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *