Semana de Meio Ambiente da Unesc abre com debate sobre a Água

DSC_0081.jpg

Foto: Mayra Lima

Transformar o mundo. Esse é o caminho que a 11ª Semana de Meio Ambiente e Valores Humanos da Unesc quer traçar por meio do debate entre a comunidade, professores, alunos e agentes de mudança. O evento iniciou hoje na Universidade e traz como tema central “Recursos hídricos, Energias Renováveis e Biodiversidade”, elementos que devem contribuir para ações de prevenção e superação dos problemas socioambientais. As atividades ocorrem até sexta-feira (3/6), e as inscrições podem ser feitas no local do encontro.

A conferência de abertura do evento trouxe o tema “Recursos Hídricos: o que a juventude tem a ver com isso?”. O palestrante, representante do PNJA (Parlamento Nacional da Juventude Pela Água), Willian Goetten, comentou que os jovens precisam se engajar em ações que desenvolvam a sustentabilidade.

“Nós jovens temos a característica de ter uma disposição muito maior e conseguir fazer várias coisas ao mesmo tempo, somos inquietos. E essa energia precisa ser também voltada para a gestão de recursos hídricos. A água tem uma importância vital, e nós, transformadores, precisamos estar ativos na busca de um ambiente sustentável”, comentou Goetten.

Preocupações

A pró-reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Luciane Ceretta, comentou que para alcançar o que o planeta precisa cada um precisa fazer além do seu papel. “Não devemos nos preocupar em cuidar apenas do nosso espaço, mas devemos ser agentes de mudança e multiplicadores. Nós estamos em um ambiente universitário, precisamos fazer a diferença. Temos acesso a um conhecimento que muitas pessoas não têm, e com isso, trazemos um compromisso social”, ressaltou.

Para o presidente da Comissão Permanente de Meio Ambiente e Valores Humanos, Zeca Virtuoso, o encontro traz uma reflexão para o desenvolvimento de um novo modelo. “É importante questionar e debater sobre o assunto. Nós acreditamos que o mundo possa se transformar e é essa esperança que deve ser a base das nossas ações. Não podemos esperar pelo amanhã”, afirmou o professor.

Políticas de Gestão Ambiental

Durante o evento, a pró-reitora de Administração e Finanças, Kátia Sorato, lançou o Sistema de Gestão ambiental da Unesc, que traz uma nova política sustentável para a Universidade. O projeto tem o intuito de promover ações que visem à prevenção da poluição e à sustentabilidade ambiental, por meio de normas ambientais vigentes.

“A ideia é promover a mudança de comportamento da comunidade universitária e da sociedade em geral. Essas ações serão norteadas pela ética e pela consciência, fortalecendo o fazer pela natureza, cuidando do desenvolvimento sustentável”, comentou a pró-reitora.

Na oportunidade, a professora da Unesc Cristine Bardini Dal Ponte foi nomeada como coordenadora da implantação do Sistema de Gestão Ambiental da Unesc.

Sobre o evento

Palestras, painéis, oficinas, exposições, dentre outras atividades, compõem a programação do encontro, que tem como objetivo principal promover a reflexão e sensibilizar a comunidade sobre a importância da mudança de atitude, que provoca um cuidado maior com o planeta.

Nesta edição, o evento também acolhe o Fórum de Mudanças Climáticas e Justiça Social, que vai reunir participantes dos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, no Seminário Regional Sul. Serão debatidas questões como as mudanças climáticas, que trazem uma necessidade de mobilização para a prevenção e o enfrentamento dos seus efeitos nocivos.

Ouça a entrevista do professor Zeca Viruoso ao programa Eu e Ela:

 

Com informações: Assessoria de Imprensa – Unesc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *