Professor inova em suas aulas de reforço

3.jpg

Foto: Divulgação

Tornar as aulas de reforço de Língua Portuguesa mais divertidas pode parecer difícil, mas com criatividade e um olhar inovador, o professor auxiliar Josué De Araújo Diehl, da Escola Municipal Tranquilo Pissetti do bairro Nossa Senhora de Fátima, transformou a disciplina para os estudantes do primeiro e do quarto ano, em um momento descontraído, sem deixar de lado o aprendizado. Josué apenas utilizou o lúdico e incentivou o raciocínio lógico dos alunos na contagem de histórias por meio de imagens apresentadas. O resultado do trabalho realizado há um mês, se transformou em um livro batizado como – Histórias faladas- Uma visão Infantil. Nele estão registrados diferentes tipos de textos com os mais variados temas. O livro está disponível na biblioteca da escola.

Participaram do projeto, quatro alunos do primeiro ano e dois do quarto ano. “Expliquei que entregaria um desenho para cada um deles e a partir dai iriam contar uma história. Foram imagens aleatórias (de animais, natureza entre outras), filmei e digitei o que eles falaram. No final também criei um DVD com os vídeos para que levassem para casa para assistir e ler. Para mim foi uma forma de desenvolver o processo cognitivo da criança”, revela o professor.

Surgiram histórias sobre o meio ambiente, família, música, aniversário, animais, uma história em quadrinhos e sobre vocação. A aluna Helena Marques Castro, dez anos, participou da produção do livro, disse que gostou e achou a ideia muito interessante. “Foi uma surpresa boa. E meus pais disseram para eu manter o hábito da leitura para quem sabe até virar uma escritora”, ressaltou a menina. João Fraga, 12 anos, diz que participar foi muito legal. “Até porque eu não sabia que iria se transformar em um livro”, falou o garoto.

A comunidade escolar tomou conhecimento do projeto por meio de uma Feira realizada pela escola. A diretora Cléria Marques, considera o trabalho como positivo. “Foi maravilhoso porque ele incentivou a criança a utilizar o lúdico e a sua expressão oral”, disse ela. Para a secretária de Educação, Jaqueline dos Santos, projetos como este de incentivo a leitura e escrita, são importantíssimos para a aprendizagem, pois são pilares básicos da proposta pedagógica. “Tornar as aulas mais prazerosas por meio do lúdico despertam o interesse das crianças e incentivam o hábito da leitura e escrita. Parabéns a Escola, professor e alunos pela iniciativa”, finalizou.
Mais informações:
Jaqueline dos Santos – (048) 3432 35 91
Secretária de Educação, Ciência e Tecnologia
Josué de Araújo- (048) 9961 4854
Professor

 

Texto: Clarissa Crispim / Assessoria de comunicação-Prefeitura de Içara

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *