Processo inovador informatiza a Vigilância Sanitária de Criciúma

Foto-Émerson-Justo-Site-da-Vigilância-Sanitária.jpg

Foto: Émerson Justo

Agilidade, organização e transparência são apenas algumas das vantagens na informatização da Vigilância Sanitária de Criciúma. O órgão da Secretaria Municipal da Saúde recebeu adequações para modernizar o atendimento à população e qualificar os serviços prestados. O recurso para as melhorias são provenientes das multas aplicadas pelo Procon e que, por obrigatoriedade, devem retornar em benefício do consumidor. Para a destinação da verba à revitalização foi firmado em março deste ano um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) junto ao promotor de Justiça do Ministério Público Estadual, Alex Sandro Teixeira da Cruz.

Foram repassados aproximadamente R$ 300 mil para a compra de mobílias e a aquisição de novos equipamentos para uma adequada infraestrutura das redes elétrica e lógica. “Este é um projeto inovador em Santa Catarina, não existe nenhuma Vigilância Sanitária no Estado com o formato que estamos dando ao de Criciúma. É um sistema que utiliza tecnologias integradas de softwares, conhecido como Workflow, automatizando a rotina e os processos, organizando e controlando os prazos e a distribuição das tarefas, dispensando o uso de papéis, sendo tudo de forma eletrônica”, explica o  diretor executivo de Tecnologia da Informação da Prefeitura de Criciúma, Julio Cesar Feldmann.

Os documentos antigos estão sendo digitalizados para o programa, caso sejam requisitados. “Antes os processos eram totalmente manuais, então, caso acontecesse de alguém perder um documento ou uma pasta, atrapalharia todo o procedimento, mas agora os arquivos permanecem na nuvem. Os protocolos serão mais rápidos, porque o solicitante poderá mandar as informações do lugar em que está, sem precisar ir até a sede da Vigilância. Eles serão analisados pela equipe na própria tela do computador e, caso falte alguma coisa, já será solicitado em seguida”, relata a gerente da Vigilância Sanitária, Rejane Rosso Dal Pont. O atendimento presencial continuará sendo realizado na rua Orindo Zacaron, nº 75, no Centro.

“A informatização da Vigilância Sanitária é importante para agilizar os processos, pois muitos serviços são realizados por essa equipe, inspeções sanitárias, atendimento a denúncias, liberações de alvarás, enfim, e ter os documentos em papéis atrasa e aumenta a burocracia. Com essa tecnologia, além de beneficiar toda a população com a rapidez e com a praticidade, sem nem precisar sair de casa, ajudará os funcionários mantendo tudo organizado e seguro”, comenta o prefeito de Criciúma, Márcio Búrigo.

 

Site
A informatização só será finalizada no fim de janeiro e início de fevereiro, porém, segunda-feira (26) já entrará no ar o site da Vigilância Sanitária. “Nele terá várias informações e orientações de interesse sanitário, terá notícias sobre saúde e as ações realizadas. O site já será ativado para que a população possa entrar e conhecê-lo, assim, quando tudo estiver pronto, saberão o que fazer”, afirma Rejane.

 

Texto: Émerson Justo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *