Logo Rádio Hulha Negra

Simulação de atendimento pré-hospitalar movimenta o Paço Municipal Marcos Rovaris

10/10/2019

Na tarde desta quarta-feira (9), o Paço Municipal Marcos Rovaris foi palco de uma simulação de atendimento pré-hospitalar (APH - Tático).

Materiais hospitalares, ambulâncias, helicóptero, armas brancas e armas de airsoft foram alguns dos equipamentos usados durante a iniciativa.

O objetivo foi para preparar os profissionais de segurança e saúde da região Sul para situações de emergência em diversos cenários.

A ação foi uma parceria da Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com Serviço Aeropolicial (Saer) da Policial Civil.

Na última terça-feira (8) o curso iniciou com a parte teoria, voltado para os protocolos utilizados no APH dos Estados Unidos.

Segundo o agente da Polícia Civil/Saer, Marcelo Esperandio, o simulado foi baseado no curso teórico, alinhando a teoria com a prática.

"A integração entre os órgãos municipais é muito importante e a prática é fundamental.

É uma ação voltada para o desempenho e a fixação do conhecimento.

A ideia foi aplicar tudo o que foi aprendido durante o treinamento para as futuras operações", afirma.

Sobre o simulado Conforme o agente, a simulação foi baseada numa invasão por atiradores na Prefeitura de Criciúma.

A ideia tinha como foco ser um treinamento para os polícias, que realizaram a abordagem dos atiradores e controlaram o ambiente.

Já os bombeiros e outros profissionais de segurança, realizaram o atendimento dos feridos.

O helicóptero do Saer foi utilizado para encaminhar as vítimas para o hospital da região.

Os órgão que participaram da ação: o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Diretoria de Trânsito e Transporte (DTT) de Criciúma, Defesa Civil, Ministério Público (MP), 4º Batalhão de Bombeiros Militares (BBM) de Criciúma, Polícia Federal (PF), 28º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC), Polícia Militar (PM) e Hospital São José (HSJ).

Simulação de atendimento pré-hospitalar movimenta o Paço Municipal Marcos Rovaris