Feira de Inovação da Unesc dá visibilidade a ideias empreendedoras da região

unesc-feira-da-inovacao-aplicativo.jpg

Foto: Mayra Lima

A maioria das pessoas não sabe, mas cerca de 80% das deficiências podem ser prevenidas. Para que essa informação chegue à comunidade, a APAE de Içara desenvolve inúmeros trabalhos, entre palestras e visitas domiciliares. Mas a informação precisava ser ainda mais disseminada, foi quando a fisioterapeuta Miriam Guglielmi Balod resolveu criar um aplicativo. A ideia deu tão certo que foi premiada na última edição da Feira de Inovação da Unesc, na categoria comunidade.
O desafio da Universidade valoriza soluções e ideias inovadoras que tenham impacto positivo, tanto na comunidade, quanto no ambiente acadêmico. Para Miriam, a participação mostrou novos caminhos. “A Feira trouxe uma visibilidade maior para o aplicativo, principalmente dentro da Federação das APAEs. O número de folhetos que eles iriam distribuir sobre a prevenção de deficiências seria reduzido, além de alcançar um número maior de pessoas, por ser acessível pelo celular. Agora a própria Federação está investindo na ideia, o aplicativo está sendo reformulado e será relançado”, comentou.

Segundo a fisioterapeuta, professores e alunos da Unesc auxiliaram no crescimento do aplicativo. “Foi uma troca de experiências muito interessante, eles me deram ideias que eu nem imaginava. O projeto melhorou muito por conta deles. Eu anotei todas as considerações para poder inserir no aplicativo”, contou Miriam.

Inscrições abertas para a próxima edição

Se você também tem uma ideia empreendedora, aproveite e se inscreva na 4ª edição da Feira de Inovação da Unesc. O desafio ocorre de 16 a 20 de outubro, durante a 8ª Semana de Ciência e Tecnologia da Universidade. A submissão de trabalhos está dividida em quatro categorias: Universidades, Escolas, Empresas e Comunidade em Geral. As inscrições ocorrem até 25 de setembro.

Segundo a assessora da Propex (Pró-Reitoria de Pós-Graduação Pesquisa e Extensão) da Unesc, Gisele Coelho Lopes, as diversas categorias trazem uma oportunidade maior de participação. “Todos podem se identificar e participar da Feira de Inovação. Além disso, é uma forma de ser justo também na avaliação desses trabalhos, que devem ser julgados com diferentes olhares”, comentou.

Para a pró-reitora Luciane Ceretta, apostar na inovação, através de soluções no campo da ciência e tecnologia, acaba sendo uma forma de estimular a própria comunidade, empresas e até jovens alunos a pensarem de forma criativa, ainda na escola.  “No contexto atual, a inovação pode ser a solução. A Feira ainda tem o objetivo de promover uma reflexão sobre como a criatividade pode potencializar resultados e disparar novos processos em diferentes áreas do conhecimento”, avalia.

Informações e inscrições

http://www.unesc.net/portal/capa/index/465/7869/ 

 

Colaboração: Mayra Lima / Comunicação Unesc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *