Defesa Civil emite alerta de temporais em Santa Catarina

A Defesa Civil de Santa Catarina emitiu um alerta nesta quarta-feira (7) para possíveis temporais no estado. Os próximos dias tem risco de chuvas intensas, temporais isolados, descargas elétricas, ventanias e granizo. As regiões que fazem divisa com o Paraná serão atingidas com maior intensidade.

Confira a note divulgada no site da Defesa Civil de Santa Catarina

 

Nesta quinta-feira (08/12) há condição para chuva moderada a forte em SC. A condição de chuva é prevista principalmente nas regiões que fazem divisa com o PR, onde o volume de chuva pode chegar a 100 mm. Nas demais regiões, o volume de chuva deve ser menor, chegando a 30 mm. Há também condição para ocorrência de raios, rajadas de ventos fortes e queda de granizo no Estado à medida em que a chuva avança. A ocorrência destes fenômenos é devida à atuação de dois sistemas meteorológicos, um cavado (região de convergência de ventos) e à corrente de jato, associadas à forte instabilidade atmosférica sobre o Estado.

 
Na sexta-feira (09/12) o dia inicia com variação de nuvens, mais a chuva volta a todas a regiões no período da tarde. A chuva prevista é mais abrangente e com maior volume nas regiões mais próximas ao PR, sendo de forma mais isolada nas demais regiões. Segue o risco de descargas elétricas (raios) e queda de granizo no Estado.
Os indicativos são de que a chuva persista também no sábado, mais forte na madrugada e manhã, mais uma vez trazendo maior volume de chuva para o Norte do Estado.

  

Essa instabilidade está associada a um cavado (área alongada de baixa pressão), que se intensifica, formando um sistema de baixa pressão próximo ao Litoral de SC, no sábado (10/12). 

 

Acompanhe diariamente os avisos meteorológicos diários e de curto prazo (1 a 3 h de antecedência) nas redes sociais e páginas oficiais da SDC e EPAGRI/CIRAM 

Recomendações da Defesa Civil SC:

Tempestades com descargas elétricas (raios), ventos fortes e granizo: Proteja-se em local abrigado, longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que podem ser arremessados. Se não encontrar um abrigo, agache-se com os pés juntos, com a cabeça encostada em seu peito ou entre os joelhos e as mãos cobrindo suas orelhas ou apoiadas em seus joelhos. Se estiver na praia, jamais fique na água. Não olhe para o raio. Se estiver em casa ou qualquer outro local abrigado, desligue os aparelhos eletrônicos, não use o telefone, fique longe das janelas e lembre-se, o banheiro em alvenaria é o melhor local durante uma tempestade!

Alagamentos: evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.

 

Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros no número 193.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *