Criciúma agora tem um Ambulatório de Feridas

DSC_0026.jpg

(Foto: Mayra Lima)

A comunidade de Criciúma ganhou mais um espaço de saúde. É o Ambulatório de Feridas da Unesc, inaugurado nesta segunda-feira (25/7), com o intuito de atender a demanda crescente do município. A iniciativa é uma parceria entre a Universidade e a Prefeitura de Criciúma, que fará atendimento as pessoas com feridas complexas provenientes da Rede de Atenção em Saúde do município.

O reitor da Unesc, Gildo Volpato, ressaltou a importância da junção de forças em prol da comunidade. “Essa parceria potencializa e agrega recursos para o desenvolvimento de um atendimento de saúde de ponta. Nós somos a única Universidade de Santa Catarina com um ambulatório como esse, que compõe o nosso objetivo como uma Universidade Comunitária”, comentou.

Para pró-reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Luciane Ceretta, o espaço intensifica o atendimento à comunidade. “O nosso próximo passo é buscar a parceria com outros municípios”, afirmou.

A diretora da UNA SAU (Unidade Acadêmica de Ciências da Saúde), Indianara Becker, ressaltou a importância de o ambulatório servir de laboratório para os cursos de saúde. “É mais uma oportunidade de trabalhar por meio da pesquisa, do ensino e da extensão dentro da Universidade”, contou.

Criciúma

Na região de Criciúma, dos 200 pacientes diagnosticados com feridas, metade tem feridas complexas, que requerem cuidados especiais, com orientações e métodos específicos.  É considerado ferida, toda interrupção da integridade e das funções dos tecidos do corpo. Elas podem ser agudas ou crônicas. A cicatrização envolve um processo complexo de eventos celulares e bioquímicos e, qualquer falha, pode resultar no retardo do fechamento da lesão.

O secretário de Saúde do município, Vitor Benincá, comentou que a união de duas instituições que trazem o mesmo propósito, de melhorar a vida da população, fortalece o SUS (Sistema Único de Saúde). “É por meio de atitudes como essa que nós vamos conseguir atender a comunidade. Esse serviço é único, não se encontra esse tipo de atendimento na rede particular, e nós temos o Ambulatório de Feridas para a nossa população, de forma gratuita”, disse.

Também estiveram presentes na inauguração a coordenadora do curso de Enfermagem da Unesc, Ioná Vieira, a coordenadora Administrativa do Ambulatório de Feridas, Âneas Mendes Belmiro, a coordenadora do Serviço de Enfermagem da Unesc, Paula Ioppi Zugno, a coordenadora da Especialização em Estomaterapia, Karina Zimmermann e o deputado estadual Luiz Fernando Cardoso, o Vampiro, parceiro do projeto.

Saiba mais

A coordenação do serviço é compartilhada entre Unesc e Secretaria de Saúde de Criciúma. O atendimento é desenvolvido pela Universidade por meio do curso de Enfermagem nas Clínicas Integradas da UNA SAU (Unidade Acadêmica de Ciências da Saúde). A Secretaria de Saúde de Criciúma fornecerá mensalmente as coberturas utilizadas nos curativos. Além disso, o serviço contará com um enfermeiro estomaterapeuta da Prefeitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *