Confira quem são os políticos catarinenses citados nas delações da Odebrecht

Luiz_Edson_Fachin_18dez2015.jpg

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Antes distantes e presentes apenas pela imprensa, os depoimentos dos delatores da empreiteira Odebrecht na Operação Lava Jato se tornam assunto cada vez mais frequente no Estado, após a divulgação dos nomes dos políticos catarinenses citados nas delações.

O Governador Raimundo Colombo (PSD), que é apontado como um dos beneficiados pelo esquema ilícito, teria recebido R$ 16 milhões. Junto com a ex-senadora Ideli Salvati (PT), que teria recebido R$ 300 mil, e o então deputado estadual Jean Kuhlman (PSD), supostamente beneficiado com R$ 500 mil, o Chefe do Executivo Catarinense terá o caso analisado por outras instâncias, que não o Supremo Tribunal Federal, que tem o ministro Luiz Edson Fachin como relator.

Já Angela Amin (PP), Paulo Bornhausen (PSD), Edinho Bez (PMDB) e Tico Lacerda (PDT) tiveram os nomes citados em petições de outros investigados, porém, não são alvo de investigações.

Enquanto isso, Jaison Cardoso de Souza (PMDB), Ana Paula Lima (PT), Napoleão Bernardes (PSDB) e Roberto Carlos de Souza (PSDB) são alvos de inquéritos abertos pelo ministro Luiz Edson Fachin.

Texto: Carlos Filipe/Rádio Hulha Negra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *